?

Log in

No account? Create an account

estou preso neste elevador
rosas
innersmile
As notícias da edição, recente, de um disco novo dos Pop Dell'Arte fez-me ir à prateleira empoeirada buscar um cd de êxitos do grupo, edição da Ama Romanta, com uma capa indescritível, mas que, no fundo, é uma variação da colectânea Avanti! Arriba!, editada creio que no princípio dos anos 90, e que reune alguns dos temas do grupo que tinham sido anteriormente editados em single, alguns deles dos mais populares que a banda lançou, como o Querelle ou o Esborre. Trouxe o cd para o carro e tenho estado a ouvi-lo em loop. Ok, algumas faixas um tipo tem de ter o mood certo para as ouvir, sobretudo quando vai de manhã a caminho do emprego, ou regressa dele, ao fim da tarde. Mas há canções dos Pop Dell'Arte que são irresistíveis, deliciosamente irresistíveis, e a minha preferida é de longe a Sonhos Pop, que acho que deve estar assim no top ten das melhores canções pop portuguesas de sempre.

Encontrei este clip de Sonhos Pop no YouTube, aliás acho que é o único clip de jeito desta canção que lá se encontra. Pelas explicações do clip, parece ter sido feito para servir como projecção num concerto dos Pop Dell'Arte. As imagens são de Bavo Defurne, um realizador creio que de origem belga, autor sobretudo de curtas-metragens, predominantemente de temática gay e homo-erótica. Comprei há muitos anos um dvd com curtas-metragens deste realizador, e são muito bons, muito bem feitos do ponto de vista formal, e mais ambientais do que propriamente narrativos, apesar de contarem sempre uma história. Acho que estas imagens servem bem a canção, mas mesmo assim preferia um clip que fosse criado especificamente para a canção, que é tão evocativa. Por outro lado, não consegui encontrar na net a letra de Sonhos Pop, o que é pena porque apesar de já a ter ouvido muitas vezes, continua a haver frases que o João Peste pronuncia que eu não consigo perceber.

Tags: ,