?

Log in

No account? Create an account

underground museum
rosas
innersmile
O comendador Joe Berardo comprou as caves Aliança, em Sangalhos, e decidiu utilizar as instalações para apresentar parte da sua colecção de arte: um conjunto de figuras em terracota com cerca de 1500 anos, provenientes da antiga cultura Bura-Asinda-Sika, do Níger, arte etnográfica africana, incluindo máscaras, jóias e instrumentos musicais, escultura em pedra contemporânea, do Zimbábue, cerâmica das Caldas e azuleijaria portuguesa, do século XVIII e contemporânea, além de colecções de minerais e de fósseis, alguns com mais de 20 milhões de anos. Para isso criou o Aliança Underground Museum, aproveitando os túneis para mostrar, num percurso muito bem montado, as referidas colecções a meio com as caves viti-vinícolas propriamente ditas. Os túneis e o próprio nome do museu remetem para o famoso metropolitano londrino, que dá o mote não só aos grafismos do museu, mas à própria estrutura, que se organiza em linhas que juntam as colecções artísticas e os diversos tipos de produtos Aliança. Como já vem sendo hábito nos espaços de Joe Berardo, a entrada é gratuíta e a visita dá direito a uma flute de espumante. Claro que a visita termina numa loja de vinhos, como já acontecia no jardim dos budas, do Bombarral. Acho que o museu merece bem uma visita: por ser gratuíto e pelo espumante, claro, mas também pela oportunidade de visitar as caves, e sobretudo pelo museu, pela originalidade da sua organização e pelas colecções. A colecção de figuras de terracota do Níger, que são de origem funerária, é impressionante, quer pela sua dimensão quer pelos próprios totens, espantosos e delicadíssimos monumentos que assinalavam as sepulturas, com formas e decorações variadas de acordo com os sexos dos mortos, redondas para as mulheres, e ogivais, quase fálicas, para o homens.