?

Log in

No account? Create an account

through the moors and through the briars
rosas
innersmile


«Uma vez, a propósito, apareceu-me um romance. Digo que me apareceu um romance porque teve os ingredientes de uma experiência mística. Foi poucas horas depois da cremação do corpo da minha mãe. Quando regressei a casa, e como não conseguia dormir apesar do cansaço, sentei-me num cadeirão a meditar e entrei pouco tempo depois num estado de vigília atenuado, de sonho, no meio do qual se manifestou um romance inteiro, desde a primeira à última linha. Tratava-se de uma obra-prima a que só teria de dedicar, se decidisse escrevê-la, trabalho, pois o talento, a intensidade, o vigor, tudo isso, punha-o ele, o romance. Quando saí do sonho, sentei-me à secretária, disposto a começá-lo, mas perdera toda a substância. Culpei-me com frequência dessa perda, como se tivesse acontecido por causa de qualquer coisa que eu fizera mal. Mas ignoro o que possa ter sido.»

- Juan José Millás, O MUNDO (excerto)