February 13th, 2010

rosas

coroas de rei



O arranjo de flores no pequeno vaso de vidro foi o seu presente de aniversário. Trouxe-o para casa, era de noite, e deixei-o estar no seu lugar, na mesa baixa, junto à janela. Hoje de manhã levei-o para a cozinha, pus-lhe água, e devolvi-o ao seu lugar, na mesa baixa, junto à janela. Ao sol. Quando voltei à sala, as coroas de rei tinham aberto. E o arranjo que até aí era verde e escuro, passou a ser cor de fogo e luz. A arder na minha sala, celebrando a manhã fria de sol intenso. Estamos já à espera do Verão.