?

Log in

No account? Create an account

manhã de domingo
rosas
innersmile
Domingo de manhã, no café da livraria que fica ao pé da igreja. Quinze minutos antes da hora, a multidão passa, compacta, o corpo fechado e o passo apressado, em direcção à igreja. Ouvem-se os sinos da hora e a multidão passa agora em sentido contrário, mais aberta e espalhada, demorando-se em conversas junto aos cruzamentos e às passadeiras. É sobretudo uma multidão de velhos, todos carregados de cores escuras, predomina o preto, o cinza, o azul escuro, o castanho. Não me esqueço de que, racionalmente, deploro este rito, que considero retrógrado e subjugante. Mas visto daqui, da mesa do café, com o sol de inverno a brilhar ainda tímido, o ritual da missa é o que dá vida à manhã de Domingo.
Tags: