March 21st, 2009

rosas

as frésias

Visto uma t-shirt azul, que não usava desde o Verão passado. Sobre o peito, um pelo branco do meu gato.

As frésias na jarra de vidro, na mesa junto à janela. Demoro-me na palavra: frésias. Frésias. Sabe a Verão.

O sol baço e quente vai rodando ao longo da janela rasgada da sala. É já um sol de Primavera, mas declina-se nas recordações do Inverno que passou e nas cores do Verão em que se compromete.