March 10th, 2009

rosas

the rough guide to

Na segunda-feira da semana passada, dia 2, encomendei na Amazon inglesa um guia da Rough Guides, cuja edição tinha, no site, como data de lançamente esse próprio dia. No e-mail de confirmação da encomenda apontavam como datas previsíveis de satisfação da encomenda os dias 9 a 11 de Março e datas previsíveis de recepção de 16 a 18 de Março. Na sexta, dia 6, recebi um mail ao fim da tarde a dizer que a encomenda tinha sido despachada e no site, na minha conta, aparecia (e ainda aparece) o dia 13 como data estimada de entrega. Ontem, segunda-feira, dia 10, cheguei a casa e tinha o guia na caixa do correio!

Claro que passei o serão a ler o meu guiazinho e a deliciar-me de antecipação das férias do próximo mês. Quanto ao lugar eleito, é melhor não falar nisso por enquanto para não azarar, até porque este ano as coisas foram muito complicadas (ainda estão um bocado tremidas) e em consequência dessas complicações o preço subiu e a duração da viagem diminuiu, o que não é propriamente bom. A única coisa que posso dizer é que não conheço ninguém que tenha lá ido, o que, claro, poder ser muito bom ou muito mau sinal. Mas seja como for desde ontem que já só aqui ando de corpo presente, o meu espírito e a minha mente já lá estão.

And now for something completely different: estou aqui a ouvir o disco Coisas Que Fascinam, dos Mler Ife Dada. Já não o ouvia há bastante tempo e estou verdadeiramente deliciado. Como é possível isto ter mais de vinte anos e soar com esta frescura toda, como se fosse a última novidade. Se este não é um dos melhores discos de sempre da música popular portuguesa, então não sei qual possa ser.