?

Log in

No account? Create an account

slumdog millionaire
rosas
innersmile
Vi no computador (creio que estreia hoje nas salas de cinema) o filme Slumdog Millionaire, de Danny Boyle. Estava cheio de vontade de ver o filme, cheio de feeling em relação a ele, nem sei bem porquê, a não ser porque se tratava de uma história passada na Índia. O filme tem sido um sucesso, nomeadamente nos festivais e no circuito dos prémios do costume, tendo ganho, com alguma surpresa, os globos de ouro (os do Hollywood, não os da Sic), e não me admirava nada que fosse um dos vencedores da próxima edição dos Oscars.

De certa forma, o filme tem uma fórmula vencedora: o ritmo sincopado, a história muito up-lifting, as referências à cultura popular, o toque de multi-culturalismo centrado num dos países emergentes no mundo deste início de século, o feerismo do cinema de Bollywood, a ligação à televisão através de um dos mais populares concursos televisivos, a preocupação social mas sem esquecer a festa, o tom épico e grandiloquente,
etc etc.

Eu gostei bastante do filme, vi-o num estado de grande entusiasmo (eu ia escrever frenesim, mas convém não exagerar), mas tenho de confessar que não estou muito certo do que é que me agarrou no filme: se o filme em si, se a música fabulosa do A.R. Rahman. Sim porque a melhor coisa do filme é uma banda sonora endiabrada, da autoria de um dos maiores compositores indianos da actualidade, autor, como não podia deixar de ser, de muitas bandas sonoras de filmes da indústria cinematográfica indiana. Houve trechos e sequências do filme que vi em modo repeat (duas, três, quatro vezes) apenas pelo gozo de ouvir a música e perceber como ela elevava o potencial das cenas. No fim há um número de coreografia, à Bollywood, que é uma jóia de humor e homenagem, e que torna obrigatório ver o genérico final do filme.

Eu já tinha cá em casa dois cd's com música de Rahman, um, Rahmania, com diferentes obras escritas para cinema tocadas por uma banda de metais (uma brass band) e o disco com as canções do musical Bombay Dreams, que vi em Londres, e que eu adoro (o musical e as canções; uma delas, Love´s Never Easy, é uma das canções que constam da drive de músicas que está instalada no meu cérebro).

As canções de Slumdog Millionaire são quase todas de A.R. Rahman, e o título-tema, O... Saya, é de co-autoria do Rahman com a M.I.A. Até sinto formigueiro nos ouvidos com vontade de ter o cd com a banda sonora do filme. E fica já aqui escrito que se não ganhar os oscars para melhor banda sonora e melhor canção, é uma tremenda injustiça (olha o cliché).
Tags: