?

Log in

No account? Create an account

mara joão & mário laginha
rosas
innersmile
Foi excelente, como seria de esperar, o concerto de terça à noite (dia 25), no Gil Vicente, de apresentação de Chocolate, o cd que marca o regresso da dupla Maria João e Mário Laginha aos discos e aos palcos, depois de uns anos (três, quatro?) em que cada um deles andou a explorar outros territórios. O pretexto foi comemorar os 25 anos de uma das colaborações mais profícuas da música popular portuguesa, nomeadamente do jazz nacional.

Acompanharam a dupla no concerto o extraordinário saxofonista Julian Arguelles e dois dos mais seguros músicos portugueses de jazz, o Alexandre Frazão e o Bernardo Moreira. Com apenas duas excepções, dois clássicos das apresentações ao vivo da dupla, a concerto apresentou as canções, standards e originais, do disco, apesar de ter baralhado o alinhamento. Por exemplo, When You Wish Upon a Star (a clássica canção do Grilo Falante do filme Pinóquio, da Walt Disney) que no cd encerra o alinhamento, foi o tema escolhido para abertura do concerto.

Foi, como comecei por dizer, um concerto excelente, com os músicos em grande forma e com visível satisfação por estarem de novo a tocar juntos (sobretudo por parte da Maria João). A única nota dissonante foi mesmo a temperatura gelada do Gil Vicente, que nem os calorosos aplausos da plateia entusiasmada conseguiram elevar.
Tags: