?

Log in

No account? Create an account

mulato inzoneiro
carmen
innersmile
Ainda a propósito das palavras deliciosas que Ruy Castro utiliza no livro Era No Tempo do Rei, uma delas, inzoneiro, conheci-a da famosa canção Aquarela do Brasil, de Ary Barroso. Talvez o mais famoso samba-exaltação, foi levado do Brasil para os Estados Unidos por Walt Disney, que criou de propósito a personagem de Zé Carioca para fazer um desenho animado com o Pato Donald sob o mote da canção de Barroso.




Mas se foi esta a versão, cantada por Aloysio de Oliveira, que lhe deu fama mundial (juntamente com a de Carmen Miranda), a versão definitiva de Aquarela do Brasil só pode ser a de João Gilberto. Que, como sempre fez com todos os grandes temas do cancioneiro popular brasileiro que tocou e cantou, recebeu um tratamento quase refundador. Ou seja, João Gilberto como que compõe uma nova canção por cima das canções já existentes. No seu violão e na sua voz, Aquarela do Brasil é ainda a canção de Ary mas também já é definitivamente a canção de João.



A magia única da música popular brasileira é permitir, quase no mesmo passo, no mesmo acorde, no mesmo requebrado, que estas duas versões de uma canção magnífica convivam em absoluta e perfeita harmonia.
Tags: ,