?

Log in

No account? Create an account

carry that weight
rosas
innersmile
Ontem, vá-se lá saber porque obscuro (ou nem por isso) mecanismo de associação automática, passei praticamente o dia todo a cantarolar mentalmente a seguinte frase de uma canção popular: «Boy, you're gonna carry that weight, Carry that weight a long time». Mas é que foi praticamente a dia todo, tipo estar a ter uma reunião, e ao mesmo tempo que acenava com a cabeça e dizia "sim, claro", "pois pois", ou mesmo só sons como "hum hum", tinha a alma cá dentro desenfreada a cantar em altos berros e de braços bem abertos «Boy, you're gonna carry that weight, Carry that weight a long time». Mas que raio de coisa. É que nem a tinha ouvido de manhã na rádio, nada. Deve ter sido qualquer coisa que li de passagem, um pensamento em forma de relâmpago instantâneo que me surgiu no meio de alguma sinapse, não sei, qualquer coisa que me pôs a cantarolar sempre as mesmas palavras, sem nunca passar disso: «Boy, you're gonna carry that weight, Carry that weight a long time».

Como se sabe, este verso faz parte de uma canção dos Beatles, o que é, à partida, menos mau: mais vale termos uma canção dos Beatles entranhada no nosso subconsciente e a matraquear-nos os ouvidos a partir do lado de dentro, do que, não desfazendo, uma do Emanuel ou do Phil Collins. Trata-se de um medley que fecha, ou quase que fecha, o disco Abbey Road, e que é composto por três canções, todas escritas pelo Paul: Golden Slumbers, Carry That Weight e The End. E digo quase que fecha porque depois deste medley ainda há mais uma (mini) faixa, Her Majesty. Feito numa altura em que os Beatles praticamente já não funcionavam como grupo, Abbey Road é, todavia, um dos discos mais perfeitos e melhor 'assembled' não só dos Beatles mas de toda a música popular.
Como no tempo dos Beatles ainda não havia video-clips (nem MTV, imagine-se!), aqui fica um clip muito bem feito a partir de footage do grupo, montadas ao som do medley.



GOLDEN SLUMBERS

Once there was a way to get back homeward
Once there was a way to get back home
Sleep pretty darling do not cry
And I will sing a lullabye

Golden slumbers fill your eyes
Smiles awake you when you rise
Sleep pretty darling do not cry
And I will sing a lullabye

Once there was a way to get back homeward
Once there was a way to get back home
Sleep pretty darling do not cry
And I will sing a lullabye

CARRY THAT WEIGHT

Boy, you're going to carry that weight,
Carry that weight a long time
Boy, you're going to carry that weight
Carry that weight a long time

I never give you my pillow
I only send you my invitations
And in the middle of the celebrations
I break down

Boy, you're going to carry that weight
Carry that weight a long time
Boy, you're going to carry that weight
Carry that weight a long time

THE END

Oh yeah, all right
Are you going to be in my dreams
Tonight?

And in the end
The love you take
Is equal to the love
You make




Um destes dias era uma rola, ontem uma canção dos Beatles... Será que isto significa que se está a aproximar the end? E daí, se o fim estivesse perto, isso significaria que não teria de 'carry that weight a long time', não era? Nah, não faz sentido.