?

Log in

No account? Create an account

porto seguro, 2008 / 1
graças
innersmile
24 de Agosto
Desde ontem em Porto Seguro, num hotel sobranceiro à cidade. E podemos começar por aqui: o hotel está praticamente vazio. É agradável, arranjado, simples. Mas faz impressão estar tão vazio. É época baixa e isso nota-se.

Hoje de manhã fomos visitar a cidade histórica de Porto Seguro, um núcleo pequeno mas bem conservado, a funcionar como pólo de interesse turístico. Também já vi a estátua do Pedro Álvares Cabral: estamos na costa das descobertas e foi nesta região que Cabral achou o Brasil, há quinhentos anos atrás.
À chegada à cidade velha tivemos direito a um espectáculo de capoeira. Muito bonito, if you know what I mean. Visões de cortar a respiração. E como dizia a outra (Belinda Carslile? Alison Moyet?), I get weak in the presence of beauty.

Depois de uma paragem técnica na baixa de Porto Seguro (para cambiar dinheiro numa loja de roupa feminina!), fomos para a Praia, na cabana Goiana do PC. Infelizmente começou a chover, mas como quando deus dá limões faz limonada, tomei um belo de um banho (com direito a skinny dipping) à chuva. Sim, porque para os baianos é inverno mas a água do mar é deliciosamente tépida. Claro que fui o primeiro a entrar na água e o último a sair. E de regresso ao hotel ainda tomei mais um banho de piscina, outra vez à chuva.

É incrível, mas desço para o lado de baixo do equador e sinto-me logo outro. Mais relaxado, mais à vontade. Até mais leve, de corpo e de espírito.
Adoro as comidas. A carne não tem sido grande coisa, mas a casquinha de siri, as muquecas, os bobós, são deliciosos. Adoro suco de acerola, amendoim do Japão, castanha de caju. Provei licor de genipapo - genipapo absoluto.
Gosto mesmo do Brasil. Gosto do tamanho, do ar que se abre sobre as nossas cabeças, do verde que foge para lá das bermas das estradas, das coxas grossas dos rapazes.







Tags: