?

Log in

No account? Create an account

recordes
rosas
innersmile
Só um comentário que tem a ver com os resultados dos atletas portugueses nos jogos olímpicos, nomeadamente com os da natação. Houve quem se chocasse com o facto de dois atletas terem comentado que tinham ido a Pequim apenas com o objectivo de bater recordes nacionais, e que isso poderia ser feito cá, nas piscinas nacionais. A verdade é que não podia. Em todas as modalidades desportivas, mas principalmente naquelas em que o sucesso se mede por uma determinada marca, como a natação ou o atletismo, e não pelo resultado de um confronto a dois, como o judo ou o basquetebol, só a competição com atletas melhores do que nós ou pelo menos ao nosso nível fornece o estímulo suficiente para o esforço adicional necessário para a melhoria. Um nadador que nada sozinho dificilmente se consegue ultrapassar a si próprio. Por isso é que nos meetings de atletismo há atletas que são convidados, e pagos, pela organização para funcionarem como lebres, ou seja para puxarem os restantes atletas, nomeadamente os melhores em prova, para a obtenção de recordes. Ninguém consegue bater um recorde, sobretudo pessoal, a correr sozinho à volta de uma pista ou a nadar sozinho piscinas consecutivas.
Por isso é tão importante a presença dos atletas em competições como os jogos olímpicos em que estão presentes os melhores. Se os que vão ao jogos são os melhores, isso significa que apenas nos jogos eles conseguem nadar contra atletas que são melhores do que eles. Isto é particularmente significativo em países relativamente pequenos, como o nosso, em que por uma questão demográfica são poucos os atletas que chegam ao topo das suas modalidades. E é também por esta razão que a maior parte dos atletas dos países pequenos vão treinar para os países com maior número de praticantes: não apenas e nem tanto porque os métodos de treinamento sejam mais aperfeiçoados, mas porque o nível de competição é mais elevado e isso funciona como estímulo à superação individual.
Por esta razão, e apesar de ter estado a acompanhar muito lateralmente estes jogos e nomeadamente os resultados dos atletas portugueses, não me parece que a natação seja propriamente a modalidade em que os atletas portugueses tenham feito ou estejam a fazer má figura. Pelo contrário, têm sido batidos recordes individuais e nacionais, precisamente porque o nível de competição é elevado e a isso estimula.Não chegam ao pódio? Pois, é verdade, mas também o é para 99% dos atletas que estão em Pequim.
Tags: