?

Log in

No account? Create an account

américa brasil
rosas
innersmile
Em entrevista publicada numa das últimas edições do Ípsilon, o suplemento do Público dedicado às artes, Seu Jorge dizia que o seu mais recente cd, América Brasil, era muito simples, próprio para ser tocado em churrascos. Mas é sabido que a simplicidade é uma meta dificílima de atingir, e por isso a do cd de Seu Jorge só pode ser prova do imenso talento do cantor e compositor brasileiro.
E a verdade é que o disco além de uma simplicidade desarmante, é orelhudo como tudo, e eu desde que o comprei há oito dias ainda não consegui parar de o ouvir.
Uma das características que tornam Seu Jorge absolutamente irresistível é o humor. Claro, fazer humor na música não é fazer canções com letras palermas, mas há um gozo nas letras e nas músicas de Seu Jorge, um olhar para a vida, mesmo para os seus aspectos mais sérios, sempre com um sorriso optimista e divertido. O resultado é um conjunto de canções levezinhas, muito bem construídas, com arranjos lindos, e que trazem um certo balanço do roque para os ritmos genuinamente brasileiros. E, obviamente, que Seu Jorge canta com a sua voz poderosa e doce.

Há dois meses, em Novembro, Seu Jorge fez uma digressão por Portugal com uma série de concertos em várias cidades, para além das obrigatórias Lisboa e Porto. Agora a ouvir as irresistíveis canções de Brasil América apetece-me dar com a cabeça nas paredes por ter desperdiçado tantas oportunidades de o ter visto ao vivo. Estúpido, pá, és um estúpido!
Tags: