?

Log in

No account? Create an account

o erro que veio do frio?
rosas
innersmile
Estou espantado. Comecei a ler o livro O Canto da Missão, de John Le Carré, e logo na quarta linha do primeiro parágrafo há um erro de palmatória: «sou cidadão do Reino Unido e da Irlanda do Norte». Ora, isto não existe. O nome do país de Sua Majestade é United Kingdom of Great Britain and Northern Ireland, ou seja o Reino Unido já engloba a Irlanda do Norte. A Grã-Bretanha é a ilha que compreende a Inglaterra, a Escócia e o País de Gales, e por isso é que é preciso nomear a Irlanda do Norte quando se fala no Reino Unido. Dizer Reino Unido e Irlanda do Norte não faz sentido.
Pus a hipótese de ser um erro da edição portuguesa mas confrontei com uma edição em inglês e lá vem ‘United Kingdom and Northern Ireland’. É totalmente incompreensível. Não acredito que Le Carré desse um erro tão crasso, não só por ter sido funcionário do Forein Office inglês, mas por ser um escritor muito culto, muito velho e principalmente muito grande. Também a hipótese de o erro ser cometido pelo principal personagem, que é o narrador, não faz sentido, pois ‘Salvo’ é inglês, vive em Londres, e é um tipo educado, com preparação, não um ignorante qualquer que fosse capaz de desconhecer uma coisa tão básica.
É um erro tão intrigante que me perturbou o início da leitura, pois põe em causa a credibilidade do romance, o que é particularmente grave no tipo de livros que Le Carré escreve.
Claro, há sempre a hipótese de ser um erro propositado, mas nesse caso terá de ser relevado ao longo do romance (e eu já vou na página 100). Se isso acontecer, terei de fazer aqui um texto a penitenciar-me da petulância de achar que pode haver um erro factual num livro do John Le Carré, oferecendo-me para levar cem chibatadas. Mas se isso não acontecer, alguém vai ter de se chegar à frente e pôr as costas a jeito!
Tags: