March 13th, 2007

rosas

(no subject)

A pior hora da madrugada é aquela em que olhas o pulsar vermelho dos dígitos no relógio da mesinha de cabeceira, e dizes, num tom que é o vértice rigoroso da tristeza, da ânsia e do alívio, que é tarde, que tens de te ir embora.
Mas antes assim. Porque se uma hora mais seria o paraíso, um traço leve que fosse de piedade seria o inferno.