November 3rd, 2006

rosas

eu vi tebas

 

Eu vi Tebas.
E subi à montanha rosada do sepulcro.
E desci ao túmulo do Ramsés.

Fui pelas águas.
E, subindo-as, desci ao profundo coração do rio,
e da sua terra, e do seu homem.

Mas esta poeira que trago nos dedos, entranhada nas unhas,
é ouro do deserto,
ou é o esquecimento que se vai lentamente soltando dos muros do templo?