?

Log in

No account? Create an account

reclutate
rosas
innersmile
No início do segundo acto de Così Fan Tutte, a ópera de Mozart com libreto de Lorenzo Da Ponte, os dois oficiais Guglielmo e Ferrando estão supostamente ausentes na guerra. As suas amadas, Fiordiligi e Dorabella, estão inconsoláveis. Despina, a criada, aconselha-as a aceitarem as atenções amorosas de dois albaneses, na verdade os seus dois namorados sob disfarce. Diz-lhes a criada: «Os vossos Ganimedes foram para a guerra? Então até que regressem fazei como o exército: reclutate». Recrutem!

É uma pequena amostra do tom jocoso e picante desta ópera fabulosa, que repousa por inteiro num reduzido grupo de seis personagens e numa quase ausência de enredo. Todas fazem o mesmo, ‘così fan tutte’, significando que todas as mulheres são iguais, ou seja, predispostas à infidelidade. Não é, ao contrário do que possa parecer à primeira vista, uma boutade, uma anedota, mas, mais do que isso, é um comentário moral à natureza humana, ou pelo menos ao retrato que a época e os costumes faziam dessa natureza.
Tags: