?

Log in

No account? Create an account

(no subject)
rosas
innersmile
Aviso à navegação. Já aqui tinha falado da colecção de livros+cds que o Público tem estado a publicar dedicada a Mário Viegas. Acabou de ser editado o número 10, tendo-se completado a discografia completa de MV. Os próximos 4 volumes, mais 2 do que o inicialmente previsto, são integralmente compostos por inéditos. O que significa que abriu a época da caça ao tesouro.

Entretanto este volume 10 contém uma gravação que o MV fez com a Manuela de Freitas, Poemas de Bibe, com cinquenta e poucos poemas, não propriamente para a infância, mas gravados a pensar nos mais novos. Ou seja, não são os clássicos poemas para crianças, mas sim obras de alguns dos maiores poetas portugueses (o Andrade, o Pessoa, o Henrique-Leiria, o Botto, o Ruy Belo, etc., etc.) que de algum modo podem ser apelativos para os mais jovens.
Para mim, a jóia da coroa deste volume é um poema que eu já tinha ouvido uma vez, por acaso, julgo que na rádio, que sabia que era da autoria do Mário Cesariny, mas que nunca tinha conseguido encontrar, apesar dos denodados esforços da praxe. Trata-se da XÁCARA DAS DEZ MENINAS, de cuja gravação encontrei um pequeno excerto neste link. Como transcrevi o poema de memória, é possível que tenha alguma falha, mas o essencial é assim:

Era hua vez dez meninas
de hua aldeia muito probe.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão nove.

Era hua vez nove meninas
que só comiam biscoito.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão oito.

Era hua vez oito meninas
em terras de dom Esparguete
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão sete.

Era hua vez sete meninas
lindas como outras não veis.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão seis.

Era hua vez seis meninas
em landas de Charles Quinto.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão cinco

Era hua vez cinco meninas
em um triângulo equilatro.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão quatro.

Era hua vez quatro meninas
qu'avondavam só ao mês.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão três.

Era hua vez três meninas
em o paço de dom Fuas.
Deu o trangolomanglo nelas
não ficaram senão duas.

Era hua vez duas meninas
ante um home todo espuma.
Deu o trangolomanglo nelas
transformaram-se em só uma.

Era hua vez uma menina
terrada em coval mui fundo.
Deu o trangolomanglo nela
voltaram as dez ao mundo.