?

Log in

No account? Create an account

futebolês
rosas
innersmile
A fase dos campeonatos de futebol que mais me irrita, é aquela em que começa tudo a fazer contas do género: se o Burkina Fasso perder com o Suriname, e se o Azerbeijão perder com o Sri Lanka por uma diferença superior a 6 golos, e se os pitons das chuteiras não se soltarem e se o árbitro não usar lentes de contacto com dioptria 12, e se o cometa Haley passar rente a Miami e se Jesus Cristo descer à terra disfarçado de jovem bancário, então ainda se mantêm intactas todas as hipóteses de sermos apurados para a fase seguinte.
Ontem, na cervejaria onde jantei e onde vi parte do jogo (a parte pior, diga-se em abono da verdade) as hipóteses e os cálculos e as contas e a berraria eram de tal ordem, que um tipo quase que desejava, baixinho, que eles fossem logo eliminados ao minuto 63.

Outra coisa que é preciso dizer é que se calhar afinal o Scolari teve razão ao não convocar o Quaresma, qualquer que seja a razão pela qual ele não está a jogar nada: falta de forma ou birra.