?

Log in

No account? Create an account

(no subject)
rosas
innersmile
Já dizia o Salazar que em política o que parece é. Quero dizer, não sei se dizia, mas dizem que sim. Por isso o gesto de Mário Soares de não ir cumprimentar o Presidente da República no final do acto de posse também é aquilo que parece: uma manifestação de mau perder e de rabugice. Mas pior. A democracia também é espírito de elevação e sentido de Estado, sentido de que há qualquer coisa de mais fundo, de mais perene, do que o mero borbulhar da espuma dos dias. E por isso esse gesto do ex-Presidente da República que Soares é, e o gesto do Bloco de Esquerda e do PCP de não aplaudirem no final, o discurso do Presidente empossado, são politicamente infelizes e graves. Porque mostram falta de respeito, não por Cavaco Silva, nem sequer por quem o elegeu, mas sobretudo pelo povo de quem ele é presidente, ou seja por nós todos.