December 22nd, 2005

rosas

(no subject)

FADO DA CARIDADE

Agradeço a caridade
De um dia me teres amado
Hoje não sei se foi verdade
Ou um sonho que em mim arde
Junto a ti ter-me deitado

Na boca guardo feliz
Um gosto a leite e mel
Uma rosa sem raiz
Desenhando a cicatriz
Marcada na minha pele

São todos esses sinais
De um dia me teres amado
Que em tantas noites iguais
Ardem fogos florestais
De estar sonhando acordado