?

Log in

No account? Create an account

mais um dia na Terra
rosas
innersmile
A música de Brian Eno é um arco no céu, como um arco-íris feito de luz incandescente. É um pulsar não-identificável a piscar insistente na noite infinita. É um animal a correr pela planície gelada, as patas mal tocando o chão, o bafo exausto formando nuvens de vapor. É a luz transparente de um dia cinzento. É uma estrada que serpenteia por entre uma floresta verde e que nos transporta a monotonia da respiração para a promessa de um futuro feliz. É triste e celebratória como mais um dia na Terra. Como todas as pessoas que nunca vamos conhecer, de quem nunca sequer ouviremos falar, como todos os lugares que nunca visitaremos, mas tão reais como uma família que num ponto qualquer do planeta, neste preciso momento, se reúne em volta de uma mesa para beber um chá fumegante. Como a beleza estonteante de um jovem, ou a beleza absoluta de um velho, ou a beleza lisa de um seixo, ou a beleza do pelo de um animal que nunca poderemos afagar.
É alegre como a certeza de estar vivo, mas carrega a angústia do que contém o seu inevitável fim.
Tags: