?

Log in

No account? Create an account

(no subject)
rosas
innersmile
com mote, mas sem dedicatória


já vieste comer à minha mão
hoje em dia manejas garfo e faca
noutro tempo eras menos cagão
mas agora és um monte de caca


nessa altura metias a cabecinha
onde o sol nunca brilha, nem no verão
apesar de hoje teres ares de rainha
já vieste comer à minha mão

conheci-te na sarjeta, rameloso
sempre a maldizer a sorte macaca
a lamber do prato, sujo e andrajoso
hoje em dia manejas garfo e faca

esquecido já desandas da tristeza
passeando a tua cauda de pavão
quem te vê, pensa que és realeza
noutro tempo eras menos cagão

boas roupas, atitude, e peito inchado
crista içada à custa de muita laca
podes ser na aparência um nababo
mas agora és um monte de caca.
Tags:

simon wiesenthal
rosas
innersmile
Morreu hoje, com a idade de noventa e seis anos, o Simon Wiesenthal, que foi o mais conhecido caçador de nazis. Sobrevivente dos campos de concentração, SW começou, logo após o termo da Segunda Guerra, a tarefa de localizar os responsáveis nazis pelos crimes de guerra que tinham conseguido fugir, e a tentar trazê-los a julgamento, ou seja não com um sentimento de vingança, mas em obediência a um princípio de justiça. Foi, além do mais, um caçador solitário: às vítimas do holocausto não podia exigir colaboração, e as potências aliadas vencedoras do conflito estavam mais ocupadas em posicionar-se para a Guerra Fria do que propriamente em caçar os criminosos de guerra. Apesar de ser uma personalidade controversa, muitas vezes envolvida em polémicas várias (algumas até com Israel e o Congresso Mundial Judaico), SW tem à sua conta o facto de ter localizado e trazido a julgamento mais de 1000 criminosos de guerra.
Acho que conheço o nome de SW desde sempre. Por influência familiar, a minha infância sempre foi muito dominada por uma certa visão romântica e intransigente da Segunda Guerra Mundial. Apesar de viverem em África, a juventude dos meus pais foi muito marcada pela Guerra, pelo esforço e pela vitória dos Aliados. Cresci nesse ambiente, e muitas das minhas brincadeiras infantis tinham a ver com o universo do Major Alvega, que era um dos meus heróis favoritos. De certo modo, Simon Wiesenthal, através da sua actividade de documentação dos crimes de guerra e de localização dos criminosos, enquadrava-se nessa visão romântica e aventureira.