?

Log in

No account? Create an account

a good woman
rosas
innersmile
Uma produção europeia (na verdade, anglo-italo-hispânica), A Good Woman, realizado por Mike Barker, adapta a peça O Leque de Lady Windermere (que eu já tive a sorte de ver ao vivo no Teatro Nacional D. Maria), uma das peças menos conhecidas de Oscar Wilde, trazendo-a para o cenário da costa italiana de Amalfi, na década de 30. Como seria de esperar, o melhor do filme é o Oscar Wilde e os seus famosos epigramas, tanto mais que o filme junta texto de outras peças de Wilde. Mas se Wilde é o melhor que o filme tem para oferecer, o resto também não vai mal, se bem que seja um filme pouco ambicioso: cenários deslumbrantes, uma atmosfera muito Merchant/Ivory, um guarda-roupa fabuloso, de requinte e criatividade, e, sobretudo, grandes actores, com destaque para os três principais: Helen Hunt, Tom Wilkinsone sempre entusiasmante Scarlett Johansson. Devo dizer, em abono da verdade, que a Hunt rouba inteiramente o filme à Scarlett, e consegue dar verdadeira alma à personagem de Mrs. Erlynne, transformando-a numa personagem interessante e imensamente sedutora. Enfim, um filme que nos deixa bem dispostos, com um sorriso divertido, e um perfume de intenso charme. O que, convenhamos, já não é nada desprezível.
Tags: