?

Log in

No account? Create an account

star wars - episode iii: revenge of the sith
rosas
innersmile
Finalmente, fui ver o Star Wars – A Vingança dos Sith, o terceiro episódio da série iniciada há quase 30 anos, por George Lucas. Para falar com franqueza, esta segunda série de SW, que corresponde, em termos de cronologia da história, aos três primeiros episódios, nunca me tinha convencido verdadeiramente. E, basicamente, porque me pareceu que o universo inicial de SW servia só para dar o fundo de enredo à história, e que no resto era tudo cóboiada e aquela coisa meio new age meio made in califórnia de tentar dar sempre seriedade e profundidade àquilo que na essência não passa de aventura e divertimento. Mas neste Episódio III, sobretudo à medida que o filme avança e a história começa a ganhar os contornos necessários para fazer a ligação ao SW original, retoma-se o universo SW da primeira série de 3 filmes, e as coisas ficam muito mais entusiasmantes.
Até num aspecto que eu achei delicioso, que foi a progressiva simplificação dos cenários: no fim do filme é tudo muito mais tosco do que no princípio, os monitores de navegação intergalática voltam a ser vidros brancos com rectângulos vermelhos autocolantes, as paredes são brancas, é tudo mais simples e artesanal, e até regressa o Darth Vader, com o seu enfisema. Claro que esta simplificação era necessária, para podermos ver sequência na cronologia dos episódios, mas está deliciosa, até porque, do ponto de vista da história, é um pouco absurda, mas é deliciosa sobretudo porque nos traz de volta o universo SW original. Aliás, o melhor do filme, na minha opinião, é mesmo esse processo de reconhecimento gradual que se vai operando nos espectadores, ou pelo menos nos espectadores que viram e se deixaram seduzir pelo SW, à medida que as coisas se vão caminhando para esse ponto em que eles, os espectadores, tomaram conhecimento da história, e se deixaram apaixonar, há tantos anos atrás, numa galáxia muito muito distante.
Tags: