?

Log in

No account? Create an account

pandora e antonio
rosas
innersmile
Depois de alguns anos a viver sozinho, desde ontem partilho o meu lar. A tartaruga Pandora veio viver comigo. Foi a minha afilhada Rita quem lhe pediu para vir tomar conta de mim. E ela, gentilmente, acedeu, mesmo sabendo do terrível fardo que é tomar conta de alguém que está muito viciado em solidão.

Ontem à noite, todo o caminho desde Lisboa até nossa casa, eu e a Pandora viemos a ouvir o disco I Am A Bird Now, do Antony & The Johnsons. O Antony canta como se aqueles anjos caídos do filme do Wenders cantassem com o fantasma da Nina Simone na voz. É uma voz habitada por uma alma em sofrimento, mas conformada e esperançosa. É isso, uma voz ao mesmo tempo de desistência e de esperança. Ouvimos aquela voz e fica-nos a doer uma parte de nós que nem sabíamos que existia.
Mesmo ao lado da felicidade que mora no lugar onde tocou a luz de quem me ofereceu o disco.