March 2nd, 2005

rosas

ao partir palavras

Incluído na Semana Cultural da Universidade de Coimbra, a Escola da Noite apresenta, até ao dia 5 de Março, a peça ‘Ao Partir Palavras’, baseado em textos do escritor angolano Ruy Duarte de Carvalho. É um espectáculo breve, que encena um conto do escritor, «João Carlos, natural de Chinguar, no Bié», e alguns poemas ou trechos poéticos, um pouco na sequência (mais lógica que temporal) dos recentes espectáculos curtos da Escola. Estes espectáculos constituem não tanto exercícios, mas mais desafios, tentativas, ensaios, de construção de dispositivos cénicos e dramatúrgicos que, como é característica d’A Escola, pretendem fugir aos modos mais tradicionais da função teatral. Outra característica destas peças tem sido o trabalho sobre textos de escritores não nacionais de língua portuguesa.
Em ‘Ao Partir Palavras’ procura-se construir um dispositivo dramatúrgico poético (que acresce ao discurso poético dos textos de base), que ao mesmo tempo que encena uma determinada atmosfera ‘cultural’, uma determinada realidade, tenta decifrar, quase como se tacteasse, os traços essenciais de uma certa e determinada condição humana.