August 11th, 2004

rosas

(no subject)

Duas quadrinhas endereçadas, com o nome pomposo de

O Poema do Milhafre

Havia aqui passaroco
Ave de voo planado
Que se via pelo oco
Das empenas do telhado

Deu à asa que o safe
Lá foi fazer pela vida
Ficou sem ver o milhafre
A Menina Margarida