?

Log in

No account? Create an account

os comboios a passar
rosas
innersmile
O Jim Sheridan é um realizador irlandês, que fez poucos mas bem sucedidos filmes. Alguns desses filmes, se não todos, andaram metidos nas andanças dos óscares, embora pense que nunca chegou a receber nenhum. Entre esses filmes contam-se, por exemplo, o My Left Foot, o In The Name of The Father e o The Boxer, todos com o Daniel Day-Lewis, que tem sido assim uma espécie de actor fetiche do realizador. Aliás, os filmes do Jim Sheridan foram dos poucos que o Day-Lewis fez nos últimos anos, e a eles deve alguns dos seus maiores sucessos. O seu último filme, In America, também andou metido na corrida dos Oscars deste ano (3 nomeações, entre elas para o melhor argumento original), e foi um razoável sucesso o ano passado; foi igualmente um filme muito falado por constituir uma ‘estória’ de reconstrução nova-iorquina, visto um pouco como um homenagem emocional e emotiva à cidade e aos seus habitantes, que, tal como os personagens do filme, estão apostados em construir uma nova vida, ultrapassando traumas e dificuldades.

Eu vi o filme no princípio do mês de Janeiro, no Porto, mais ou menos na altura em que ele estreou em Portugal. Quase 3 meses depois, passa por Coimbra, numa das sessões especiais do Avenida, ou seja, dois dias, ontem e hoje, e duas sessões, às 19 e à meia-noite! Ultimamente, se quis ver filmes em tempo útil, enquanto ainda estão a ser discutidos, tive de ir a Aveiro vê-los: aconteceu com o Lost In Transation e com o Girl With the Pearl Earring. Ou seja, numa altura em que o cinema é de novo uma das formas de entretenimento mais populares, em Coimbra continua a não haver salas, as poucas que há são muito más, quer em conforto quer em qualidade de som e imagem, e recorre-se a estes estratagemas para ao menos fazer os filmes passar, ainda que de fugida, pela cidade. Em Aveiro, no Oita, que é da mesma distribuidora do Avenida, os filmes estão, naturalmente, os sete dias regulamentares com o número de sessões diárias normal.
Pronto, era isto.