?

Log in

No account? Create an account

gambas panadas
rosas
innersmile
Ando demasiado self-centered e preguiçoso (ensonado talvez seja mais adequado) para conseguir escrever alguma coisa de jeito. E no entanto até vai havendo coisas sobre as quais me apetece escrever.

Por exemplo, sobre uma notícia que vem no Público de hoje, sobre um grupo fundamentalista católico austríaco que acha que me pode curar. Francamente, se eles me pagasse as viagens e uma estadia aí de duas semanas em Viena, eu até era capaz de ir tentar a cura. Eu ía escrever que esta minha disponibilidade para 'guinea pig' deste tratamento se baseia no pressuposto de que tratamentos à base de 'espírito santo' não devem ter grandes efeitos secundários, mas a avaliar pelo estado em que estão os próprios fundamentalistas, já estou cheio de dúvidas...

Outra notícia deliciosa é a da retoma do mandato e das funções de Fátima Felgueiras, por uma daquelas contradições com que o sistema judicial por vezes engole o seu próprio rabo. Aliás, FF e toda esta história pode ser o paradigma do Portugal moderno. Ao menos se o Mário de Carvalho se dispusesse a escrever a novela...

Uma destas noites fui a uma festa daquelas em que o jet-celas de Coimbra se mostra em todo o seu esplendor de casacos de pele e charutos havanos, a dançar ao som do 'apita o comboio'. Mas o pior foi mesmo a concentração de betos, uma coisa pavorosa, um pesadelo de cabelos pretos a descairem sobre o olhos e gravatas às riscas (e, tirando dois ou três que andam no raguebi, nem eram assim tão giros!). Curiosamente, quando as betas deixam em casa as argolas, ficam muito mais bonitas.