?

Log in

No account? Create an account

india song
rosas
innersmile
Há filmes que pedem uma nova, ou uma outra, linguagem de cinema. Filmes que não podem ser olhados com o olhar de todos os dias. Filmes que são como um coração que pulsa fora de um corpo. Filmes que são como livros que se escrevem, que se vão escrevendo, sobre imagens, como se diz que um livro é escrito sobre folhas de papel. Filmes que são objectos que não se narram, que são como uma mulher e dois homens que descem os degraus de um pórtico ladeado por colunas imensas. Filmes que são como uma voz intemporal que nos interpela numa língua que nos é absolutamente estranha. Filmes que são fascinantes como uma mulher de cabelos de fogo que é fascinante como nomes impronunciáveis de cidades longínquas. Filmes que são como espelhos que reflectem a face inexistente de um rosto. Filmes que gritam como grita um louco ferido de amor. Filmes que são como uma alucinada canção: como India Song.
Tags: