July 27th, 2003

rosas

tour

O innersmile é dedicado à poesia de Reinaldo Ferreira. Não no sentido de dedicatória, mas no sentido de servidão apaixonada e inspiradora. Por razões como esta:

O PONTO

Mínimo sou,
Mas quando ao Nada empresto
A minha elementar realidade,
O Nada é só o resto.
rosas

nada é só o resto

Êxito absoluto nos Campeonatos do Mundo de Natação, que terminaram há pouco em Barcelona: êxito desportivo, com inúmeros recordes a serem batidos, nas semi-finais e nas finais, êxito de público, que também bateu recordes consecutivos de assistência em provas de natação, jogos olímpicos incluindo, e êxito televisivo, com uma qualidade espectacular das transmissões (na Eurosport, que a rtp não liga a estas coisas).
A grande figura destes campeonatos foi o norte-americano Michael Phelps, 17 anos, que estabeleceu 5 recordes do mundo e ganhou três medalhas de ouro (sim, houve provas em que fez recordes consecutivos). Phelps destronou assim o Ian Thorp, o thorpedo australiano que tinha dominado em Sidney, e que, não obstante, ganhou dois ouros.
Em femininos, a bela e simpática holandesa Inge De Brujn continua a dominar em velocidade. E o czar Alexander Popov continua a impor a sua veterania nos 50 livres.
Outra figura de destaque nestes campeonatos, foi a mãe do Phelps que, com a sua figura simpática e comovida (chorava sempre que o seu filho conquistava uma medalha ou um novo recorde), deu um rosto humano a estas implacáveis e infalíveis máquinas de treino e genética.

E os atletas portugueses estiveram muitíssimo bem nestes campeonatos. O Pedro Silva conseguiu mínimos para os JO, a Sara Oliveira (que tem apenas 18 anos) fez tempos excelentes a mariposa e a Marta Ferreira bateu novo recorde nacional. Já para não falar das boas prestações do Nuno Laurentino, do Luís Monteiro e Simão Morgado.

Este post teve o contributo técnico precioso da verveine.