?

Log in

No account? Create an account

uma noite no jardim da sereia
rosas
innersmile
Muito interessantes, e esclarecedores, e tranquilizantes, os comentários que alguns friends fizeram a esta entrada. Citando a donnalee, e parafraseando o Caetano, "Sejamos umbiguistas, cadê?"

Passei o fim-de-semana a confraternizar com o inimigo, ou seja, a passear por Coimbra duas americanas que nos visitam, e que foram trazidas pela Manela. Uma óptima oportunidade de desenferrujar a língua, ou melhor!, o idioma, de actualizar o roteiro turístico (vale a pena ir sempre a Conímbriga que se parece cada vez mais com uma grande cidade) e, já agora, de comer bem, porque, apesar de as americanas serem muito pouco gourmets, fica sempre bem ir a sítios onde se come razoavelmente (ontem à noite, eu ainda propus fechar as hostilidades com uma sortida a um restaurante brasileiro, para ver se as arrumava de vez com um rodízio de picanha e um feijãozinho, mas elas, coitadas, já não aguentavam mais).

Na noite de Sábado interrompi o meu fim-de-semana de guia turístico para ir ver o concerto do Morelembaum2+Sakamoto (e não, como dizia uma tia ao telemóvel, "estou aqui na Praça da República para ir ao concerto do Kaminomoto"!!!!) Foi um concerto lindo lindo, ou não fossem eles excelentes músicos, de um bom gosto irrepreensível, inteligentes e sensíveis, e a música não andasse à volta de Tom Jobim (com, entre outras, estas duas prendas: o 'Coração Vagabundo' do Caetano e o 'Bim-Bom', do João Gilberto - a propósito, como é que é mesmo o título desta canção do JG?). No fim do concerto, antes do encore, eu comentei para o lado que tinha faltado o Samba do Avião, que é uma das minhas canções preferias do TJ. Ora, não só a tocaram no encore, como o Sakamoto aproveitou e meteu lá pelo meio uns acordes do ‘forbidden colours’, o tema da BSO do Merry Christmas Mr. Lawrence, naquele que foi um dos momentos mais sublimes da noite.
Tags: