?

Log in

No account? Create an account

you must believe in spring
rosas
innersmile
Recebi ontem um cd por troca com um soneto. Naturalmente fiquei a ganhar:a música é muita, é boa, e é, hélàs!, primaveril, ou não se chamasse o cd "you must believe in spring". Quem ficou a perder foram estes senhores, mas recompensar-lhes-á, sem dúvida, a generosidade da iniciativa.
E foi boa a hora em que o cd chegou. Acompanhou-me aquela parte do dia a que um amigo chama 'do sol horizontal', e, depois, mais dentro da noite, foi, em modo repeat, a banda sonora perfeita de duas aventuras: a da busca, pelas estantes lá de casa, de poetas e poemas de Moçambique para uma brincadeira de que darei aqui notícia, e, porque a poesia chama a poesia, um regresso em fundo mergulho a Victor Matos e Sá, a sua Obra Poética, e especialmente ao seu Companhia Violenta. Um livro belíssimo e importantíssimo (e outros superlativíssimos) que, por essa importância ser pessoal e transmissível, há-de ter uma entrada só para ele um dia destes.