August 9th, 2002

mapa

the Robinsons' affair - X

put a gun against his head pulled my trigger now he's dead

Mr. Robinson sabe que a beleza é efémera. Por isso, quando se cruza com ela no hall de entrada do prédio, Mr. Robinson saboreia-a devagar. Bebe-lhe o aroma único da pele jovem e bronzeada. Sente-lhe o sorriso a subir na escada. Estende a mão à procura do calor húmido da palma de outra mão.
Mr. Robinson não perde a compostura (apesar de sentir uma leve, e inebriante, tontura). Arma um sorriso condescendente e paternalista. Faz-se afável e cordial. Quer dizer, mais afável e cordial do que já é habitualmente, quando não está só. Troca dois dedos de trivialidades. Procura, com a eficácia de um motor de busca, as palavras certas que se hão-de demorar na outra face. Dança à sua frente, mas com a ligeireza de uma sombra, de uma silhueta. O bastante para que os outros olhos fiquem, por um momento, cegos pela luz (como um veado parado no meio da faixa da auto-estrada, mas esta memória que se intromete, Mr. Robinson afasta-a, como se sacode da frente do rosto uma flor de pólen na Primavera)