August 8th, 2002

rosas

pão comanteiga

No princípio dos anos 80 houve um programa de humor na rádio portuguesa (na Rádio Comercial, se não estou em erro) que revolucionou o humor em Portugal. Era o Pão Comanteiga, e quem dava a cara, ou melhor, a voz por ele era o Carlos Cruz e o José Duarte, que integravam uma equipa vasta de escritores de humor. Para além do programa de rádio, editaram ainda uma revista, com textos do programa e material gráfico (bd's, colagens) original, de que tenho todos os números, e dois ou três livros, de que muito me arrependo de não ter comprado nenhum! Ainda hoje sei de cor muitas frases que eram ditas no programa, e lembro-me de muitas das suas rúbricas (ok, reler, com alguma frequência, as revistas ajuda), apesar de já lá irem vinte anos.
Já há muito tempo que sou visita do site de um dos autores do Pão Comanteiga, o Coiso, do Artur Couto e Santos. É raro encontrar, hoje em dia, quem cultive um humor inteligente, com mensagem, como se dizia antigamente, desbundante sem ser alarve, pontiagudo e certeiro como uma seta. Algumas das coisas no site, como as caricaturas feitas a partir de recortes dos jornais, chegam a ser francamente hilariantes. Apesar de ser visita frequente do site há vários meses, só recentemente descobri que, lá pelo meio, o ACS também tem um diário, Os Dias do Coiso, razão pela qual decidi falar nele aqui, e aí com o link para facilitar as coisas (chama-se a isto serviço público).
E já agora, para quem tiver curiosidade, o link para um site sobre o Pão Comanteiga (não sei se há mais, nem se o site é bom, foi apenas o que encontrei numa pesquisa rápida) é este.