?

Log in

No account? Create an account

kavafis: fui
rosas
innersmile
Como uma prenda que se dá a quem tem o rosto iluminado, e o dá a quem foge das sombras.
Como uma prenda que se dá a quem nos ouve, e nos devolve a tranquilidade de um sorriso em silêncio.
É do Kavafis, intitula-se FUI, e é tão o relato de uma noite, como o de um encontro, como o de uma vida (a tradução é do Joaquim Manuel Magalhães e de Nikos Pratsinis).

Não me manietei. Dei-me totalmente e fui.
Aos deleites, que metade reais,
metade volteantes dentro da minha cabeça estavam,
fui para dentro da noite iluminada.
E bebi dos vinhos fortes, tal
como bebem os denodados do prazer.