?

Log in

No account? Create an account

barstow & main
rosas
innersmile
Hoje de manhã, fria, cinzenta e chuvosa, na viagem de carro para o W, o rádio começa a tocar Ryan Adams (porque é que o pessoal da rádio sempre que fala no RA diz sempre: "atenção, não confundir com o Brian Adams..."?!?!?! Coitado do Brian, será que tem alguma doença contagiosa? Detesto este tipo de preconceitos...). De repente, sinto-me transportado para o cruzamento de Barstow & Main durante uma tempestade daquelas que fez derrubar árvores e postes de electricidade em Water Street, para a I94 num dia de vento e chuva com os camiões a passarem por mim a toda a velocidade, para o cheiro a terra molhada no relvado em frente à minha janela.
Sei que, a partir daí, vou passar o dia no cenário errado.

Fim-de-semana longo, uneventful, e sempre com a sensação de estar ao ritmo de outros. No Sábado à tarde comprei um DVD na Worten, 'Meeting People is Easy", um documentário realizado por Grant Gee durante a digressão Ok Computer, dos Radiohead, por 19 euros e qualquer coisa. Cheguei a casa e o DVD estava avariado, todo riscado, bocados grandes que não se via nada e, a partir de certa altura, o leitor recusava-se a trabalhar mais e ia directamente para o menu. Voltei lá no Domingo e claro que não havia mais nenhum exemplar. Dei mais 10 euros e trouxe o PLANET OF THE APES, do qual ainda só consegui ver metade do Disco 2, que só tem extras. Fiquei mais reconciliado com o mundo...

No Sábado à noite, comprei as traduções que o Vasco Graça Moura fez dos sonetos (todos) de Shakespeare.

A compra do DVD do Burton (o meu segundo dele, já tinha o 'Nightmare...') insere-se num plano que eu fiz de, aos poucos, sem pressas, coleccionar todos os filmes de 3 realizadores: os gémeos opostos Tim Burton e Steven Spielberg, e mais o Woody Allen. Não sei se posso dizer que são os meus realizadores preferidos (assim de repente, faltam o Scorcese, o Coppola, o Kurosawa, os italianos, os chineses de todas as chinas, os japoneses, etc, etc), mas são aqueles que melhor, ou que mais integralmente, resumem a minha relação com o cinema. Mesmo quando os filmes que fazem não são obras-primas, há qualquer coisa que me toca, que comunica comigo. Claro que nada impede de comprar outros DVD's, mas tentar, lenta mas paulatinamente, coleccionar os filmes destes três (bem, esta ideia também nasceu do facto de, em Londres, ter visto à venda muitos DVD's do Burton e do Allen baratíssimos; tantos, que não me consegui decidir e acabei por não comprar nenhum...). Bom, se alguém percebeu que isto é uma wish list under desguise... ;)