?

Log in

No account? Create an account

conto: 9.11
rosas
innersmile
9.11
(para a Joana)

Get your plane right on time
Agora estou a olhar para esta fotografia. Tu olhas directamente para a câmara, um olhar simpático e um pouco sedutor, de costas para a cidade que, inteira, te rouba o espaço. Muito provavelmente, de todas as tuas lembranças não consta este momento em que te foste encostar à cerca de metal, de frente para a câmara, a sorrir. Momentos antes, quando te afastavas de mim, tinhas aberto os braços e repetido um lugar-comum que, naquele lugar e naquele momento, parecia apropriado.

I know you've been eager to fly
Mas a cidade já não existe. Existes tu, não sei onde, e existe esta fotografia, agora. Apanhámos o ferry para Ellis Island. Eu segurava a máquina fotográfica como, vim a descobrir mais tarde, um náufrago se agarra à bóia de salvação.
Tu voavas alto, feliz, livre. Inconsciente do facto de que o tempo passa, e, com ele, desabam até as cidades que julgámos amar apenas porque foram testemunhas do nosso amor.

I've got nothing to do today but smile
Agora a casa parece-me pequena e grande ao mesmo tempo. Falta-lhe, para parecer grande, a tua insuspeita presença no quarto, o corpo atravessado em cima da cama, a ler revistas de banda desenhada. E falta-lhe, para ser pequena, o aconchego da tua chegada, o toque da campainha, os passos na escada.
Mas agora que estou a olhar para esta fotografia, e, através dela, para um mundo que já desapareceu, constato que, com efeito, a tua honestidade brilhava. Brilhava só para mim.
Tags: