?

Log in

No account? Create an account

plier
rosas
innersmile
Tenho andado a ler as entradas pré-LJ do meu diário e há algumas diferenças nítidas. Primeiro, aquilo que eu já sabia, deixei pura e simplesmente de falar em certas coisas, e isso faz-me falta. Depois, tenho muito mais cuidado com a maneira como escrevo, ou seja, preocupo-me em escrever "melhor", e isso é bom. Terceiro, não digo (tantas) asneiras, não uso calão; o meu diário estava cheio de insultos e palavras ofensivas, especialmente dirigidas ao W, às pessoas do W e, de um modo geral, a todas as pessoas que me davam seca.

Hoje no W um dia calminho. Muita gente fora. Então à tarde foi mesmo uma pasmaceira. Logo por azar, a rede deve estar uma porcaria, tudo muito lento. Amanhã, ainda será melhor, visto eu não contar por cá os pés (é uma questão religiosa: o meu deus manda não trabalhar na terça-feira anterior ao sexto domingo antes da páscoa). A falta de animação vê-se bem por este post: uma entrada só para dizer que não aconteceu nada de especial!

Faz-me falta música no meu quarto. Hoje de manhã estava a vêr que não me conseguia levantar: acordei e tornei a adormecer vezes seguidas, falta-me aquela coisa do rádio para me prender a atenção e me ajudar a regressar ao mundo dos acordados. A vêr se resolvo o problema hoje, para na quarta-feira as coisas regressarem à normalidade.
Não fiz a barba, não pus gravata, e mesmo assim demorei mais de 40 minutos desde que levantei até sair de casa (sim, vim para o trabalho mascarado de zombie! A propósito: hoje ia a entrar aqui numa secção do W e estava-me uma tipa mascarada!!! Num serviço público! Pago com dinheiro dos contribuintes! Este pessoal não tem mesmo juizo nenhum. Fui logo mandar vir com a responsável dela, que me disse que a ia mandar a casa desfardar-se... Ainda por cima!, vem mascarada e tinha direito a um intervalinho. Nada disso, fica aqui assim como está, a trabalhar, mas nem se aproxima da porta de entrada nem das janelas. Já tenho chatices que me cheguem). O que vale é que não havia trânsito.

Já cá canta um bilhetinho para ir ver os Ballets Trokadero ao CCB. Plier!