December 13th, 2001

rosas

ser e parecer

Numa espécie de entrevista publicada na edição de Novembro da Attitude, o Graham Norton diz isto, a propósito do showbiz e das pessoas que ele entrevista para o seu programa de tv: "I think that people are for the most part what they appear". Já o Salazar dizia (ou dizem que ele dizia) que (em política) o que parece é. Também me parece mais ou menos verdade (ou quase verdade), que, apesar dos disfarces ou das dissimulações, todos somos aquilo que parecemos; trazemos estampada no rosto a marca daquilo que trazemos por dentro. Há uma verdade qualquer que emana até à pele. Se calhar, as duas grandes batalhas que constantemente travamos são, por um lado, descobrir que verdade é essa que nos transborda até à face, e, por outro lado, como havemos de conseguir resguardar essa verdade do olhar desenganador dos outros . Com a verdade me enganas, não é assim?