?

Log in

No account? Create an account

F
rosas
innersmile
Ida a Lx ontem OK. O melhor do almoço foi ter conhecido o F, que é uma espécie de personagem do Tom Hanks no filme BIG (eu ia dizer com uns pós de Forrest Gump, mas não!, definitivamente é mesmo BIG), um tipo com trinta e poucos anos mas que parece ter uma cabeça de um adolescente de 13 ou 14, daqueles tipo Harry Potter, muito brilhantes, vivos e espertos. Nem me interessa saber que tipo de problema é que ele poderá ter (claro que tem, isso é evidente ao fim de estar a falar 30 segundos com ele), pois o entusiasmo, a alegria e até a inocência com que está, são comoventes e contagiantes. O que mais enternece é a absoluta falta de artíficios e defesas, ele mostra-se, e dá-se, em toda a sua fragilidade.
Claro que a nossa primeira tendência é para o riso, para o achar ridículo, mas isso passa ao fim de 2 minutos. Ele ficou verdadeiramente apaixonado pela G, porque ela é muito histriónica, extrovertida e divertida. Não se tirou de ao pé de nós (eu e ela ficamos sempre juntos para podermos entrar na nossa costumeira espiral de criancice - coisa que, claro, o fascinou) e, no fim, fez-nos prometer que sempre que fizermos festas o chamamos.
Naturalmente que seria impossível, e mesmo enlouquecedor, viver num mundo onde todos fossemos assim, tão desprovidos de cinismo e artifício (mas não deixa de ser uma ideia fantástica e sedutora). Mas devemos aproveitar estes raros momentos em que alguém nos mostra o lado mais puro e cristalino do rosto da nossa alma.