?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
notícias
rosas
innersmile
morreste, foste embora
trocou-se uma ausência
por outra

os dias lá foram andando
a vida vivida como
uma doença incurável

lembro-me de ti
vez em quando
uma hora por outra

mas vejo-te ao longe
como se o teu silêncio
fosse indolor

uma leve perturbação
incómoda e aguda:
não tenho notícias
não sei nada de ti
Tags:


  • 1
Olá Miguel. Continuo a ler-te e acompanhar-te, tanto por aqui como no instagram, mas não me lembro da última vez que aqui deixei um comentário. Houve muitas vezes em que pensei em dizer qualquer coisa, especialmente quando partilhas um pouco da tua luta com a doença, mas entre a dificuldade em achar alguma coisa para dizer que não fosse superficial, e os meus próprios stresses (tão comezinhos por comparação), acabava sempre por deixar para um dia mais inspirado.
Hoje li-te e achei que já chegava. Continuo sem saber muito bem o que dizer, mas fica um abraço*

Retribuo o abraço e fico contente por teres decidido comentar.

Essa falta de notícias e o silêncio...
Lindo, querido amigo. Os nossos nos sentem, quietos e amorosos como sempre.
Beijos
Edu

Obrigado, meu querido Edu. Bjs e abraços

Se queres saber, pergunta.

  • 1