?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
rufus gifford, o embaixador
rosas
innersmile
Passei o último mês e pouco, desde que tive alta em 20 de julho, quase sempre em casa, a recuperar da última cirurgia, e a preparar-me para a próxima, que será em breve. Saí pouco de casa, embora me tenha esforçado para sair todos os dias, mesmo que apenas para tomar um café ou comprar pão. Claro, li muito, e, fatalmente, vi mais televisão do que o habitual, que é quase nada.

Logo num dos primeiros dias em casa, a fazer zapping no comando da box, apanhei sem querer um documentário na RTP2 que me chamou a atenção. Era sobre o embaixador dos EUA em Copenhaga, chamado Rufus Gifford, de quem eu nunca tinha ouvido falar, e o que me chamou a atenção, para além do bom aspecto do cavalheiro, foram as referências à sua condição de homossexual.

Fui logo investigar. Rufus colaborou ativamente nas duas campanhas presidenciais de Barack Obama, nomeadamente como director financeiro, e, no início do seu segundo mandato, o presidente dos EUA nomeou-o de facto seu embaixador na Dinamarca, posto que serviu entre 2013 e 2017. Era, no tempo da presidência de Obama, considerado o embaixador informal do presidente para as questões LGBT.

Quanto ao documentário que eu apanhei por acaso, fazia parte de uma série, com duas temporadas, que Rufus Gifford aceitou fazer para a televisão dinamarquesa, seguindo o seu dia a dia enquanto embaixador, e com especial ênfase quer nas questões LGBT quer nos esforços de aproximação entre a Dinamarca e os EUA. A série, cujo título em inglês é I Am The Ambassador, é muito bem feita, e ganhou alguns prémios da televisão da Dinamarca. Não sei se já foi transmitida nos EUA, mas li algures que estava previsto ser transmitida na Netflix.

Naturalmente programei a box para gravar todos os episódios da série. Tive sorte, porque “apanhei” o primeiro. O que é estranho, por parte da RTP, é o carácter errático da programação: foram emitidos os 3 primeiros episódios, ainda no final de julho, depois voltou a ser transmitido um episódio, o oitavo se não em engano, no dia 18 de agosto, e mais dois no fim de semana passado. Não faço ideia do que aconteceu aos restantes episódios, em particular do quarto ao sétimo. Estive sempre atento, por isso penso que não me terá escapado nenhum, além de que, como já referi, tinha a box programada para gravar automaticamente todos os episódios transmitidos.

Também estranho um pouco não ter visto qualquer referência à série, ou ao próprio Rufus Gifford, nos canais da net que estão habitualmente atentos às questões LGBT. Pergunto-me se será apenas distração, agravada pelo facto de a sua transmissão pela RTP ter passado completamente despercebida.

Rufus Gifford, que casou com o seu companheiro enquanto servia no posto de embaixador, no edifício da Câmara Municipal de Copenhaga, é actualmente candidato a representante do estado do Massachusetts no Congresso dos EUA, nas eleições que terão lugar no próximo dia 6 de novembro.
Tags: , ,