?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
redemption song
rosas
innersmile
Soube-me muito bem, um destes dias à noite, quando já estava deitado e a dar uma vista de olhos ao facebook, descobrir esta versão que o John Cash fez, em dueto com o Joe Strummer, e no âmbito das sessões American Recordings que gravou com Rick Rubin, de uma canção muito antiga do Bob Marley. Redemption Song é um tema inspirado e inspirador que, segundo li na Wikipedia, Marley escreveu quando já sabia que estava doente. Parte da letra da canção reproduz palavras de um discurso do activista Marcus Grey, nacionalista jamaicano e figura central do movimento rastafari, que defendia o regresso dos negros na diáspora, a África, à sua terra natal.

Mas esses versos e a canção de Bob Marley ganharam outro significado, menos político, digamos, mas mais humano e profundo, que a interpretação de Cash e Strummer acentua. Aliás, não há nada que o John Cash cante que não pareça directamente apontado ao mais fundo e denso da alma humana.

Desde que a ouvi, que a canção tem andado sempre comigo. De vez em quando apanho-me a cantá-la mentalmente. Tem sido uma espécie de mantra nestes últimos tempos, que voltaram a ser negros e difíceis. Quando a vida e a falta de saúde parecem constantemente puxar-me para baixo, tenho de fazer um grande esforço para tentar manter a cabeça livre e limpa, não me deixar aprisionar no desânimo e na angústia. “None but ourselves can free our minds”.



"Old pirates, yes, they rob I;
Sold I to the merchant ships,
Minutes after they took I
From the bottomless pit.
But my hand was made strong
By the 'and of the Almighty.
We forward in this generation
Triumphantly.
Won't you help to sing
These songs of freedom?
'Cause all I ever have:
Redemption songs;
Redemption songs.
Emancipate yourselves from mental slavery;
None but ourselves can free our minds.
Have no fear for atomic energy,
'Cause none of them can stop the time.
How long shall they kill our prophets,
While we stand aside and look? Ooh!
Some say it's just a part of it:
We've got to fulfill the book.
Won't you help to sing
These songs of freedom?
'Cause all I ever have:
Redemption songs;
Redemption songs;
Redemption songs."

  • 1
tantos anos passados e voltei a esta casa recentemente. procurei o feed de amigos para ver quem restava, e só vejo posts teus. és o resistente miguel:) a ver se te faço companhia mais frequetemente, agora aqui de Praga:) obrigada pela música, linda de facto:)

Wow Marília, que bom voltar ver-te por cá (ainda que de Praga). E melhor ainda se me dizeres companhia :)
Eu nunca saí daqui, não tenho imaginação para ir para outro lado eheh
Espero que a vida te tenha sempre tratado bem e continue a tratar

O FB tornou-se o meu centro de comunicação com amigos e família. Desde 2007, quando mudei para Coimbra logo após casar, passei a ser imigrante em casa com amigos e família longe no norte. E em 2013 voltei a deixar as amizades já conquistadas em Coimbra quando me mudei para a Checa. Tenho dois filhos maravilhosos e um marido fabuloso, por isso no meio das adversidades da vida que me obrigaram a emigrar, sou uma afortunada:)


E essa é a bagagem verdadeiramente importante, a que transportamos sempre connosco: aqueles que amamos é que são a nossa vida

  • 1