Previous Entry Share Next Entry
balanços IV, livros
rosas
innersmile
Foram os seguintes, os livros que li no ano que termina. Vão agrupados, em primeiro lugar, pelo idioma em que foram originalmente escritos (língua portuguesa, inglês, outras) e por autores, e depois por géneros, começando por ficção e não-ficção, e depois policiais, memórias e autobiografias, temática gay, etc. Mas os critérios são pouco rígidos, até porque há livros que fogem a qualquer categorização.

- Machado de Assis, Memorial de Aires (ebook)
- Rubem Fonseca, A Grande Arte (ebook)
- Rubem Fonseca, Pequenas Criaturas (ebook)
- Nelson Rodrigues, A Vida Como Ela É (ebook)
- Luiz Alfredo Garcia-Roza, Um Lugar Perigoso

- Germano Almeida, Regresso ao Paraíso

- Alexandre Andrade, Quartos Alugados
- Fernando Assis Pacheco, Trabalhos e paixões de Benito Prada (releitura)
- Paulo Varela Gomes, Passos Perdidos
- João Ricardo Pedro, Um Postal de Detroit (ebook)
- Hélio Loureiro, O Cozinheiro do Rei D. João VI
- Teresa Veiga, Jacobo e Outras Histórias
- Isabela Figueiredo, A Gorda

- Nuno Oskar, Todo Teu: Sábado (ebook)
- Nuno Oskar, Todo Teu: Domingo (ebook)
- Nuno Oskar, Todo Teu: Segunda (ebook)
- Nuno Oskar, Todo Teu: Terça (ebook)

- Mário Cesariny, Um Sol Esplendente nas Coisas, Cartas para Alberto de Lacerda
- Mário Cesariny, Cartas para Cruzeiro Seixas
- Eugénio Lisboa, Acta Est Fabula Memórias II
- Eduardo Souza Caxa, 3 e 15
- Ruy Castro, Chega de Saudade
- Ricardo Alexandre, Não Vem Que Não Tem - A Vida e o Veneno de Wilson Simonal (ebook)
- João Máximo e Luís Chainho, Sidney: Duas Mil Léguas Australianas #1, (ebook)

- Luís Filipe Castro Mendes, Outro Ulisses Regressa a casa
- Adília Lopes, Bandolim

- Colm Tóibín, Homenagem a Barcelona
- Colm Tóibín, Nora Webster
- Hanya Yanagihara, Uma Vida Pequena (ebook)
- Julian Barnes, O Ruído do Tempo
- Graham Greene, Os Comediantes (releitura)
- David Leavitt, The Lost Language of Cranes (releitura)

- Gordon Merrick, The Lord Won’t Mind
- Amy Jo Cousin, Full Exposure

- Maus, de Art Spiegelman

- Nelson DeMille, Quando A Noite Cai
- Paula Hawkins, A Rapariga do Comboio
- Lars Kepler, Stalker

- Oliver Sacks, Gratidão
- Jan Morris, Espanha
- Agatha Christie, Na Síria
- Bruce Springsteen, Born To Run

- Elena Ferrante, A Amiga Genial
- Elena Ferrante, História do Novo Nome
- Elena Ferrante, História de Quem Vai e de Quem fica
- Elena Ferrante, História da Menina Perdida

- Italo Calvino, Um Optimista na América

- Andrea Camilleri, A Viragem Decisiva
- Andrea Camilleri, A Forma da Água

- Leonardo Padura, A Neblina do Passado

- Granta 7: Palco
- Granta 8: Medo

Foram muitos, ou pelo menos alguns, e bons. De acordo com os meus registos e com a estatística do site goodreads.com, onde tenho conta, foram 52 livros, a que corresponderam 14267 páginas.

Claro, a aventura do ano foi a leitura da tetralogia de Elena Ferrante (perto de mil e quatrocentas páginas), uma narrativa fulgurante, que não deixa o leitor intacto. Mas também A Vida Pequena, de Hanya Yanagihara, que com as suas quase oitocentas páginas, e com a intensidade quase cruel da narrativa, foi uma experiência e tanto.

Mas os livros que mais me marcaram este ano, que transformaram a minha experiência de leitor, que ficaram comigo depois de os fechar em cada dia, e muito depois de terminar a sua leitura, foram os seguintes:


  • 1
só li 10 dos teus.

será que é mais fácil eu ir ao GR e copiar as imagens dos livros que li em 2016? li quantos? vou ver naquela aplicação :P

...

50 livros e terminei o ano com um dos melhores autores brasileiros: Rubem Fonseca. Lê o seminarista. genial :)

hei-de ler, Margarida, quanto mais leio o RF, mais gosto, por isso não me há-de escapar.

  • 1
?

Log in

No account? Create an account