Previous Entry Share Next Entry
acta est fabula memórias II, um optimista na américa
rosas
innersmile


O volume que faltava (o segundo por ordem cronológica, o quinto a ser escrito e publicado) para ficarem completas as memórias de Eugénio Lisboa. Os anos são os 40/50 do século passado, e o cenário é Lisboa, para onde o autor veio, de Moçambique, cursar engenharia no IST. Curiosamente foi dos meus volumes favoritos, onde o estilo memorialístico está mais aperfeiçoado.

Nos últimos 5 anos, os meses de dezembro têm sido marcados por um novo volume das memórias de Eugénio Lisboa. Vou sentir a falta.



Um conjunto vasto e diversificado de apontamentos, comentários e reflexões sobre a América, resultantes de uma estadia prolongada naquele país, em Nova Iorque, principalmente, mas também noutras cidades.

Apenas duas notas: a primeira para destacar como Calvino ainda via, na sua perspectiva de europeu, como estranhas, coisas que hoje são vulgares em todo o mundo. A segunda para perceber como a visão de Calvino sobre a América era, de certo modo, uma visão do futuro, do mundo tal como hoje em dia o conhecemos e vivemos.

?

Log in

No account? Create an account