Previous Entry Share Next Entry
tcheka e mário laginha
rosas
innersmile
Um concerto extraordinário, ontem, nas quintas do Conservatório, com uma dupla inesperada mas muito feliz: o músico cabo-verdiano Tcheka e o pianista Mário Laginha. Aqui há uns anos ouvi muito um dos discos do Tcheka, Lonji, e cheguei a assistir a um concerto, no Teatro Aveirense.

É um músico fora de vulgar, que foge, como ontem salientou Laginha, à tradição musical cabo-verdiana, criador de melodias simples e cativantes, excelente executante da guitarra e dono de uma voz rouca e doce capaz de uns falsetos muito bonitos. As suas canções dominaram quase por completo o concerto de ontem, e provaram ter uma vocação especial para o jazz, com o tratamento que a dupla com o piano lhes deu.

O Mário Laginha é de facto um génio, e uma das provas dessa genialidade é a generosidade com que se entrega a parcerias e a projectos e músicas de outros criadores. Foi a segunda vez que o vi ao vivo este ano, a primeira tinha sido, com o trio, a acompanhar a Cristina Branco na recriação de temas de Chico Buarque.
Tags:

?

Log in

No account? Create an account