?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry Share Next Entry
jaime fernandes
rosas
innersmile
Faleceu ontem o Jaime Fernandes, um dos homens da rádio feita em Portugal. Nas últimas duas décadas desempenhou sobretudo cargos na administração da rádio e tv estatais, com passagens ocasionais pelos microfones. Mas eu lembro-me dos tempos de ouro da rádio em Portugal, sobretudo do Programa 4 da RDP e da sua sucessora, a Rádio Comercial, e a voz de Jaime Fernandes faz parte integrante dessa memória.

Um tempo que a música que passava na rádio não era submetida a playlists, e os autores, realizadores e apresentadores dos programas não eram dj’s que de vez em quando dão notícias do trânsito e da meteorologia. Ouviam-se os programas por causa de quem os fazia e da música que neles passava.

Lembro-me bem de Jaime Fernandes ter um programa, creio que já na Comercial, que era o Música Country Música da América, que era não apenas o único programa de rádio mas o único sítio em Portugal onde se ouvia e se podia conhecer esse tipo de música.

Mas ainda antes disso, penso que ainda nos tempos do Programa 4, creio que era o Jaime Fernandes o autor do programa Dois Pontos, um tipo de programa absolutamente impensável hoje em dia: duas horas, em cada uma delas passava um álbum inteiro, um disco LP na íntegra! Era quase uma religião, no dia e à hora do programa, um tipo pôr-se em frente ao aparelho de rádio armado de um pequeno gravador de cassettes, para gravar LP’s inteiros, directamente das colunas da aparelhagem.

E a voz do Jaime Fernandes, juntamente com outras, igualmente marcantes e inesquecíveis, faz parte dessa memória da melhor rádio que se fez no nosso país.

  • 1
fiquei em choque quando ouvi (na rádio) e depois fui ler os jornais online. nos últimos tempos via-o um pouco na tv, como provedor.
eles estão a ir aos poucos e ficamos nós a escrever sobre isso, como eram bons naquilo que faziam e existem muito poucas pessoas assim agora.

Era mesmo o Jaime Fernandes que fazia o dois pontos. Tinha um aparelho com rádio e gravador de cassetes e raramente deixava de gravar os dois discos que diariamente passavam no programa.

Um Voo Cego A Nada (Jaime Fernandes)

(Anonymous)
Verdade INNERSMILE, fui ouvinte assídio do programa "Country Music, Música da América" que teve até emissões de 2 horas sendo que a 2ª hora era inteiramente dedicada a 1 ou 2 álbuns específicos. Era a única estação a transmitir o melhor que a América produziu em termos de música popular, "remando completamente contra a maré", e contra muita ignorância que teimava em considerar aquele estilo como menor e ridículo! É bem conhecido o facto de que os melhores músicos "assentam praça" em Nashville (Tennessee) e Bakersfield na Califórnia, por muito que os responsáveis das nossas estações de rádio e outros tentassem constantemente boicotar a divulgação desse género musical sem paralelo, coisa que nunca aconteceu por exemplo, em países do Norte da Europa!

O programa que o meu irmão e eu mais apreciamos foi o dois pontos e a musica de apresentação do programa era extrordinária,durante a primeira metade e adentro da segunda metade dos anos setenta era o programa que nos fascinava na rádio e era imperdivél,com uma vóz claríssima e pausada dava prazer ouvir as suas apresentações,o
meu irmão naquele tempo tinha um gravador monofónico de cassetes e que era uma verdadeira relíquia naquele tempo,gravou muitos grupos apresentados por Jaime Fernandes que eram de um estilo musical que nos agradava,simplesmesmente aproximando o pequeno gravador ao rádio e que no rádio acendia a luz de recepção estereofónica nessa emissora,só havia outra naquele tempo que também fazia acender essa luz e era só praticamente de música sinfónica.A sua vóz e os seus programas continuam na mente de muitos de nós,e dificilmente houve por cá programas que lhe igualassem,infelizmente a idade não perdoa,e programas de hoje com a qualidade daquele tempo não parece haver.Vários programas do Jaime Fernandes deixam saudades.

Muito obrigado. Estou a ver que partilhámos o privilégio de conhecer um tempo em que de era de ouro a rádio que se fazia no nosso países. É o Jaime Fernandes era de facto um dos responsáveis por esse tempo dourado.
Também gravei alguns Dois Pontos assim, encostando o pequeno gravador decassetes ás colunas da aparelhagem.

  • 1